Luzes de cruzamento

lc1

logotipo Esc. Ribeiro


Os dispositivos de iluminação, de sinalização luminosa e refletores são obrigatórios na generalidade dos veículos a motor, pois facilitam a recolha de informação, sinalização de manobras e a identificação dos veículos na via pública.

De entre os dispositivos de iluminação que integram os veículos a motor, as luzes de cruzamento (médios) de cor branca ou amarela são obrigatórias, tendo por função iluminar a via para a frente do veículo numa distância máxima de 30 metros.

lc2

Nas motas a utilização dos médios é sempre obrigatória

Apesar destas luzes servirem para iluminar, também são utilizadas para assinalar a presença. Com efeito, a sua utilização obrigatória durante o dia em situações de nevoeiro, chuva intensa, queda de neve, nuvens de fumo ou pó que proporcionem visibilidade reduzida, permite aos outros utentes identificar com maior facilidade o veículo, agindo em conformidade.

Com o mesmo intento (assinalar a presença), os veículos afetos ao transporte de mercadorias perigosas ou ao transporte coletivo de crianças, e ainda motociclos, ciclomotores, triciclos e quadriciclos, também estão obrigados a circular sempre com os médios ligados.

lc3

Com chuva assinale corretamente a sua presença com os médios, pois a utilização isolada dos mínimos é irregular

A utilização destas luzes é, ainda, imposta nos túneis, vias de sentido reversível e desde o anoitecer ao amanhecer.

No caso de avaria das luzes de cruzamento, em autoestrada ou via equiparada, só é permitida a circulação do veículo desde que tenha em funcionamento o médio do lado esquerdo conjuntamente com os dois mínimos, caso em que a circulação é permitida até à área de serviço ou saída mais próxima.

lc4

Os velocípedes também estão obrigados a circular com luzes em determinadas situações

Relativamente aos velocípedes (bicicletas) também estão obrigados a fazer uso de luzes desde o anoitecer ao amanhecer e perante situações de visibilidade reduzida (condições climatéricas ou ambientais adversas). Para o efeito deverão utilizar uma luz de presença à frente de cor branca com emissão contínua e outra à retaguarda de cor vermelha com emissão contínua ou intermitente, bem como refletores na roda da frente e da retaguarda, sob pena do condutor ser sancionado com coima de € 30 a € 150.

A utilização das luzes de circulação diurna, obrigatórias nos veículos homologados a partir de 7 de Fevereiro de 2011, não substituem as luzes de cruzamento.

Com o apoio de:

Diário do Minho

Publicado em: Terça-feira, 1 de Março de 2016