Automóveis Pesados

AP1

 

logotipo-small


Na União Europeia, o sector dos transportes rodoviários é um dos que mais perigos encerra, particularmente para os condutores de automóveis pesados.

Além dos riscos inerentes aos acidentes rodoviários, os condutores apresentam elevados índices de absentismo e incapacidade para o trabalho, tanto a nível psicológico como perturbações músculo-esqueléticas, o que tem motivado a implementação de medidas de prevenção e segurança em contexto organizacional, bem como ao nível dos requisitos legais para obtenção e manutenção da habilitação legal exigida para a condução deste tipo de veículos.

AP2

Na ultrapassagem a pesados aumente a distância lateral de segurança.

Neste campo, o novo Regime Jurídico do Ensino da Condução veio introduzir alterações na formação de condutores de automóveis pesados ao nível dos conteúdos programáticos e tempo de formação. A título de exemplo, na componente prática passaram a ser obrigatórias no mínimo 16 horas de condução e 200 quilómetros percorridos para a categoria C (pesados de mercadorias) e de 18 horas de condução e 240 quilómetros para a categoria D (pesados de passageiros).

AP3

As características dos ângulos mortos laterais nos automóveis pesados aumenta o risco de colisão lateral.

Após aprovação nos exames teórico e prático, mantém-se a obrigatoriedade de formação complementar e aprovação em exame específico, para obtenção do Certificado de Aptidão para Motorista (CAM) e correspondente emissão da Carta de Qualificação de Motorista (CQM). A renovação desta certificação é obrigatória.

Na vertente prática da condução, o Código da Estrada também estabelece algumas regras que visam adaptar o trânsito às características deste tipo de veículos, mormente, ao permitir que circulem pela via de trânsito da direita nas rotundas, independentemente da saída pretendida. Nas autoestradas e vias equiparadas, sempre que existam três ou mais vias de trânsito no mesmo sentido, os automóveis pesados de mercadorias e conjuntos de veículos com mais de 7 metros só podem circular nas duas vias de trânsito da direita.

AP4

Nas localidades, os pesados de passageiros têm prioridade à saída das paragens.

Os restantes condutores também devem adotar uma postura mais defensiva perante este tipo de veículos, especialmente no que diz respeito à distância de segurança frontal, posterior e lateral (ultrapassagem e cruzamento entre veículos), e na previsão antecipada das manobras a realizar.

Com o apoio de:

Diário do Minho

Publicado em: 8 de Dezembro de 2015.